O modelo PERMA ou teoria do bem-estar

0
94

O modelo PERMA ou a teoria do bem-estar nos ajuda a nos sentir mais satisfeitos na vida e, portanto, com uma atitude mais positiva. Há quem diga que a felicidade não deve ser buscada, mas construída, e, portanto, cada um de nós tem o poder em suas mãos para ser feliz.

O que é isso tudo então? Deste ponto de vista, da psicologia positiva, Podemos fazer uma interpretação das emoções e aprender o prazer de pequenos momentos. Quando mudamos nossa atitude em relação ao mundo e adotamos emoções positivas, nosso bem-estar aumenta.

Qual é o modelo Perma?

Quem criou esse modelo foi o psicólogo americano Martin Seligman, e foi ele quem apontou o caminho a seguir para manter nossa atitude positiva, Como nossos pensamentos, durante o maior momento de nossa vida.

Assumindo esse modelo, o protagonista pode não apenas aumentar seu nível de bem-estar, mas também Também pode ajudar outras pessoas a se sentirem felizes ao seu redor. Seligman disse:

“A vida inflige os mesmos contratempos e tragédias aos otimistas e aos pessimistas, mas os otimistas resistem melhor a eles.”

Modelo PERMAO modelo PERMA não se destina a eliminar emoções negativas, mas a aumentar as positivas para aumentar a satisfação com a vida.

É importante notar que o modelo PERMA nunca pretende que emoções negativas sejam eliminadas, mas apenas para aumentar os positivos. Algumas dessas emoções positivas são gratidão, paz, amor, curiosidade, paz, inspiração, esperança, entre outras, e todas elas nos permitem sentir-se bem na vida.

Não surpreendentemente, alguns estudos afirmam que pessoas com uma visão positiva da vida Eles geralmente desfrutam mais do que o resto e se sentem mais seguros e melhores consigo mesmos. Portanto, esse tipo de teoria é considerado “escolha não forçada”, pois as pessoas escolhem livremente as decisões que lhes permitem ter mais bem-estar em suas vidas.

Você pode ler: Como estão ligados o bem-estar físico e emocional?

O que significa o modelo Perma?

Em 1999, Seligman já teria feito um esboço de qual seria sua teoria quando apresentou uma proposta intitulada “Os 3 caminhos para a felicidade”. Agora, PERMA é na verdade um acrônimo que hreferência aos cinco elementos que permitem que cada indivíduo experimente o bem-estar em sua vida, voltando para elementos expostos nesta teoria.

P: “Emoções positivas”

Isso se refere ao aumento de emoções positivas, a fim de lidar melhor com determinadas situações. Eles permitem que seja mais fácil lidar com emoções negativas.

E: “Noivado. “

Significa “compromisso” e refere-se ao acordo que assumimos conosco para alcançar um canal de fluxo onde a consciência primeiro. Nosso compromisso ocorrerá quando estivermos em determinadas atividades e pudermos desfrutá-las.

É esse momento, quando fazemos algo que amamos, e o tempo parece parar e focamos apenas no que fazemos, no presente.

Mulher que aplica o modelo PERMA
Através do modelo PERMA, assumimos o compromisso de nos concentrar no que nos produz bem-estar.

R: “Relacionamentos ”

Eles são os relacionamentos que estabelecemos com os outros. Refere-se a essa rede de conexão que nos permite conectar com a humanidade e não ficar trancados em nós mesmos.

Somos seres sociáveis ​​e, portanto, esse ponto nos permite aumentar nosso bem-estar, pois, entre outros, também encontramos apoio e proteção.

M: “Significado”

“Significado” e “propósito”. Com isso, Procuramos transcender a nós mesmos, através das conexões e causas que são maiores para nós. Para experimentar o bem-estar, é essencial que cada um de nós encontre um significado ou significado em nossas vidas.

Leia também: Aprenda a priorizar: chave para o bem-estar psicológico

PARA: “Realização”

São conquistas pessoais, mas geralmente as usamos para servir aos outros. A conquista de objetivos pessoais nos ajuda a sentir maior autonomia, e isso é obtido através da melhoria de nossas habilidades.

Se definirmos a meta de trabalhar nesses fatores, Podemos nos sentir cheios e bem-estar a maior parte do tempo. No entanto, não devemos cair no obrigatório.

Em resumo, a melhor coisa desse modelo de escolha não forçada é que trabalhamos com os elementos com os quais nos sentimos mais sintonizados e que eles não são assumidos de maneira imposta ou obrigatória.

Fonte

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here