A ascensão do cyberbullying entre adolescentes

0
119

O problema de assédio moral é a ordem do dia. A sociedade está ciente da importância de prevenir e intervir em casos de violência na sala de aula, seja física, verbal, psicológica, social ou sexual.

Mas, na era das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), a violência cibernética deve ser incluída nessa classificação. De fato, nos últimos anos, um aumento preocupante no cyberbullying entre adolescentes.

Assim, de acordo com a organização Save The Children, atualmente o cyberbullying é a forma mais comum de violência entre adolescentes, sendo 529.000 jovens que sofreram esse tipo de assédio na Espanha. Mas por que esses dados são?

“A menos que e até que nossa sociedade reconheça o cyberbullying, o sofrimento de milhares de vítimas silenciosas continuará.”

-Anna Maria Chavez-

A ascensão do cyberbullying entre adolescentes

Ele cyberbullying consiste em abuso repetitivo que é desenvolvido através de novas tecnologias (móveis, redes sociais etc.), com a intenção de prejudicar e humilhar a vítima.

Alguns dados de interesse sobre esse problema são aqueles que a Save the Children coleta em um relatório atual sobre o Violência Viral:

  • Os 39,65% jovens sofreram cyberbullying durante a infância.
  • 46,7% das meninas pesquisadas sofreram cyberbullying.
  • 33,1% dos meninos pesquisados ​​sofreram cyberbullying.
  • Em 45,83% dos casos, o cyberbully era amigo ou companheiro do centro educacional.

Além disso, este relatório publicado em 2019 registra um total de 529.000 casos de cyberbullying, enquanto em 2016, estimou-se que havia 82.000 menores que sofreram esse tipo de violência.

Fatores envolvidos no aumento do cyberbullying

Recursos da Internet

Para entender o aumento do cyberbullying entre os adolescentes, você deve ter em mente que O uso da Internet tornou-se básico em nossa sociedade e muito mais para as novas gerações. De fato, sabe-se que 94% das crianças entre 10 e 15 anos já são usuários da rede.

Essa ferramenta de comunicação e informação possui as seguintes características:

  • As ações que ocorrem são imediatas.
  • A difusão é instantânea.
  • É grátis e fácil de usar.
  • Oferece a oportunidade de manter o anonimato.
  • É universal.

Tudo isso faz o escopo da violência cibernética é maior e muito mais sério do que o de assédio moral tradicional, uma vez que o cyberbullying não ocorre apenas no contexto escolar, mas pode ocorrer a qualquer hora do dia e em qualquer situação.

Sensação de impunidade

Outro fator que explica esse aumento é que os jovens se sentem impunes ao assediar atrás de uma tela. Mas isso não é um jogo.

Os adolescentes devem saber que a violência conectados seja qual for o tipo, é um crime sancionado por lei, sendo coletados em diferentes artigos do nosso Código Penal.

Falta de controle dos pais

Além disso, outra causa que determina o aumento de casos de cyberbullying é a existência de uma falta de controle dos pais sobre o uso de novas tecnologias, para que crianças e adolescentes usem seus dispositivos eletrônicos sem limites ou normas, ignorando os riscos a que estão expostos ao navegar na Internet ou ao criar um perfil nas redes sociais.

Mas, obviamente, não se trata de proibir, mas de ensinar aos jovens diretrizes e regras para usar a rede de maneira segura.

Portanto, escolas, institutos e famílias devem cuidar de Informe as novas gerações sobre o problema do cyberbullying e outros tipos de crimes cibernéticos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here